top of page
  • Foto do escritorJuliana Rosado

Autoconfiança: como desenvolver?

Autoconfiança é a chave para a realização, tanto a nível pessoal quanto profissional.

É uma virtude essencial que te ajuda a acreditar em ti, nas tuas escolhas, nos teus sonhos e habilidades. Desenvolver autoconfiança faz com que você desenvolva mais resiliência e autoestima para lidar com os desafios da vida.


Construir a autoconfiança não é uma tarefa tão fácil, principalmente porque não fomos educados para isso… Desde sempre muitas pessoas ficam presas em ciclos de autossabotagem, autocrítica e pensamentos negativos recorrentes sobre si mesmo. Se sentir assim não impacta somente a sua performance no trabalho, mas também nas suas relações com a família, amigos e comunidade.

A falta de confiança faz com que as pessoas evitem lugares e situações em que devem falar em publico, por exemplo, e podem despertar a síndrome do impostor, impulsionar um perfeccionismo, depressão...


A boa noticia é que há várias maneiras de construir a autoconfiança. Aqui te apresento algumas dicas de como fazer:


1. Identifique suas virtudes e limitações


Reserve um tempo para refletir sobre suas habilidades e talentos. No que você é bom? Do que você se orgulha? Depois, questione-se quais são suas limitações, quais áreas você precisa melhorar?

Ter consciência das virtudes e limitações ajuda a focar e nutrir o que já está bom e ir atrás de crescer no que ainda não está! Equilíbrio é fundamental aqui. Normalmente a gente consegue perceber nossas limitações… a voz crítica fala mais alto e não conseguimos enxergar com clareza tudo que já somos e que já temos. Esse é um exercício diário. Passe mais tempo pensando sobre os seus ‘super poderes’ e o que te torna único nesse mundo… Relembre suas conquistas e celebre quem você já é!



2. Crie metas realistas


Criar metas atingíveis é crucial para construir autoconfiança. Organize sua meta maior em pequenos passos, isso torna ela mais visível e fácil de ser atingida. Um passo de cada vez… Celebre cada conquista ao longo do caminho e utilize cada etapa do processo como motivador para continuar indo atrás dos teus sonhos. Independente da meta que escolher, seja realista e não coloque expectativas que não condizem com o processo que quer alcançar. Muitos sonhos levam tempo, desenvolva paciência e resiliênciaQuando você atingir a meta, você vai sentir que conquistou algo e isso ajuda a construir sua autoconfiança. Quando você não conseguir realizá-la, observe se a expectativa estava muito alta e/ou se você precisa aprender algo com a experiência.



3. Pratique autocuidado


Cuidar de você é essencial para desenvolver autoconfiança.

Faça exercício, tenha uma alimentação equilibrada e durma bem! Cuidar da sua saúde física, emocional, mental e espiritual contribui muito para se sentir melhor consigo e, consequentemente, com as suas relações e com o mundo.


4. Não leve as coisas para o pessoal

As pessoas que convivem com você podem causar um grande impacto na sua autoconfiança. Seja no seu trabalho, ou em casa.

Se relacione com pessoas que te dão suporte, são positivas, acreditam em você e nas suas habilidades. Deixe de nutrir relacionamentos onde as pessoas colocam você para baixo, fazem você não se sentir bem consigo mesmo e não te estimulam a crescer. Caso não tenha como fazer isso (e pode acontecer, mais do que gostaríamos…) aprenda como reagir a essas pessoas sem internalizar os seus comentários. Saiba seus limites. Você não pode escolher o que as pessoas dizem ou fazem, mas você certamente pode escolher limitar essas relações, não levar para o pessoal (todos tem batalhas internas para lidar) e simplesmente desapegar.



Autocompaixão é essencial para construir autoestima. Seja gentil com você e evite o crítico interno rigoroso (sim, essa *sua* voz que insiste em te criticar). Ao invés de forcar nos teus erros, foque no que você pode aprender com eles. Lembre-se que todo mundo comete erros e isso faz parte do nosso aprendizado da vida. Ninguém é perfeito, certo? Nós temos a tendência de sermos nosso pior inimigo. Converse consigo como se falasse com um melhor amigo ou um amor.


6. Aceite as derrotas

Medo do fracasso e perfeccionismo são os maiores obstáculos para construir autoconfiança.

Fracassar, perder, receber um não… não são o fim da estrada. São oportunidades de aprender, crescer e reorganizar a rota. Aceita as derrotas como parte natural do processo de aprendizado e não tenha medo de arriscar. Seja ousado (palavras do meu avô de 89 anos quando perguntei qual era o segredo da longevidade).


  • Ser autoconfiante é um processo que demanda tempo e esforço... Crescer e alcançar uma autoconfiança consistente pode melhorar a tua vida e das pessoas ao teu redor, porque é contagiante!


Lembre-se de focar nas suas virtudes, ter metas realistas, cuidar da sua saúde integral, ter relações saudáveis, praticar autocompaixão e aceitar as derrotas; que vão acontecer uma vez ou outra… Caso você não esteja conseguido trabalhar sua autoconfiança sozinha(o), entra em contato. Na psicoterapia podemos trabalhar todas essas questões e te fortalecer para enfrentar a vida com mais leveza e autonomia.



Comentários


bottom of page